O projeto Floresta 360 está com inscrições abertas até 30 de janeiro para incentivar jovens a empreender

O programa ‘’Floresta 360’’ é uma iniciativa do Centro de Empreendedorismo da Amazônia, localizada no Santarém oeste do Pará. Ou seja, o programa visa aumentar negócios sustentáveis ​​por meio da inovação, valor agregado e baixo carbono; crescer o empreendedorismo entre os jovens de Santarém no campo dos negócios sustentáveis, reunindo empreendedores, empresas, investidores, instituições de ensino e pesquisa, instituições de crédito.

Publicidade

Portanto, aos que se interessam é só se inscrever no programa, e os candidatos terão até 30 de janeiro para concluir o processo. Um dos parceiros do programa é o projeto Saúde e Alegria, que atua no baixo Amazonas. Após uma conversa e ensinamentos em torno da ideia, o intuito é promover negócios economicamente viáveis ​​com estatuto florestal, os resultados dos empossados ​​devem ser anunciados uma semana depois.

Sobre o programa Floresta 360

Beto Veríssimo, diretor de projetos do Centro de Empreendedorismo da Amazônia, conta que a crescente do desmatamento na floresta amazônica é um dos principais temas da agenda nacional e internacional da atualidade.

Publicidade

O desafio é conciliar agendas sociais e econômicas e criar negócios de alto valor agregado. A ideia é preservar o status da floresta, garantindo recursos naturais renováveis. Então, o projeto adota uma tripla abordagem: ambiental, social e econômica.

Fases do projeto

Nesta fase, a iniciativa conta com uma fase inicial de admissão e seleção que vai até o final de janeiro, quando começa a fase de transição; os selecionados participarão da próxima fase denominada “Despertar”. O coordenador do programa, Eduardo Rezende, explicou que os selecionados frequentaram workshops para aprender a criar as suas próprias ideias de negócio através de uma mentoria criativa e inspiradora e de um material de formação completo.

Afinal, o objetivo é proporcionar ferramentas necessárias para inspirar o pensamento fora da caixa e fomentar a inovação. Portanto, ao todo, um dia inteiro de trabalho e dedicação terá até 10 horas de conteúdo, incluindo material pós-oficina.

Pré-requisitos para ingressar no projeto

O projeto exige que as pessoas tenham entre 18 e 35 anos, more ou estude em Santarém, esteja cursando ou tenha completado o ensino médio. Além disso, os candidatos devem ter interesse em aprender sobre como criar ideias de negócios para a Amazônia, ter a oportunidade e o compromisso de participar de workshops e eventos e querer desenvolver novas habilidades para aproveitar as enormes oportunidades da nossa biodiversidade.

Veja também: Sebrae lança manual para empreender com 150 ideias para 2022

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário