Segundo o Sebrae pequenas empresas geraram em fevereiro 220 mil empregos

De acordo com uma pesquisa feita pelo Sebrae baseada nos dados e informações do novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), foi constatado que em fevereiro, as micro e pequenas empresas (MPEs) mostraram um saldo positivo em relação à geração de novos empregos.

Publicidade

Assim, ainda com base nessa pesquisa que foi divulgada na quinta-feira (7), as pequenas empresas foram as grandes responsáveis por cerca de 220 mil novas vagas de emprego no mês de fevereiro de 2022, o que representa o valor 67% do volume total, que está incluso empreendimentos de diversos portes.

Vale lembrar que o entre os micros e pequenos negócios, o setor de serviços representou o que mais gerou contratos, alcançando o valor de mais de 134 mil novas vagas. Além disso, o setor da construção civil também teve o registro de abertura de quase 32 mil novos empregos.

Publicidade

Caged

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados foi instituído pela Lei nº 4.923 de 23 de dezembro de 1965 como uma forma de acompanhar e fiscalizar todo o processo de admissão ou demissão de funcionários regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Dessa forma, o Caged auxilia os desempregados e cria diversas medidas de apoio contra o desemprego no Brasil.

Mesmo com objetivo de ser um Registro Administrativo para controlar o auxílio-desemprego, a partir do ano de 1986, o Caged também auxiliou no suporte ao pagamento do Programa de Seguro-Desemprego. Entretanto, de uns anos para cá, tornou-se um instrumento importante relacionado à reciclagem de profissionais e à recolocação dos trabalhadores no mercado de trabalho.

Além disso, esse Cadastro também serve para conferir diversos dados e informações relacionadas aos vínculos trabalhistas e a alguns programas sociais, auxiliando também como uma base para a elaboração de algumas pesquisas e estudos, projetos, e até mesmo alguns programas relacionados ao mercado de trabalho. Por último, é importante ressaltar que o Caged subsidia a tomada de algumas decisões para ações do governo.

Regiões de melhor desempenho

Ainda segundo a pesquisa divulgada, entre as regiões do Brasil de maior destaque, os micro e pequenos negócios do Centro-Oeste foram os que conseguiram obter um melhor desempenho na contratação de novos funcionários, abrindo aproximadamente 27 mil novos empregos a cada mil que já existem.

Em seguida, vem a região Norte, somando 20 mil contratações, e o Sul do Brasil que chegou a 17 mil contratações no mês de fevereiro. Por outro lado, o Sudeste e o Nordeste, respectivamente, alcançaram 14 mil e 12 mil novos empregos durante o segundo mês do ano. De acordo com o Sebrae, considerando o acumulado do ano de 2022, as MPEs abriram quase 305 mil novas vagas de emprego, o equivalente a 63,5% do volume de novos empregos que foram divulgados neste ano.

Todavia, o Caged aponta que nos acumulados de janeiro e fevereiro de 2021, mesmo com o desemprenho do mês, as micro e pequenas empresas detinham 82,1% do número de novas oportunidades de trabalho. Então, em 2022, o resultado caiu, quando as MPEs somaram um valor de quase 69% no volume das novas oportunidades.

Veja também: Brasileiros estão optando por empreender ao invés de ter uma carreira no mercado de trabalho

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário