Open banking: A inovação do sistema financeiro para pessoas físicas e pessoas jurídicas

Publicidade

Você já ouviu falar do novo sistema financeiro disponibilizado pelo Banco Central para os brasileiros? Há cinco anos já em uso no Reino Unido o sistema inovador Open Banking traz ao consumidor que deseja ter um bom controle financeiro pagando menos juros em serviços bancários uma saída para melhoria de seus negócios e organização financeira.

No entanto, o sistema do Open Banking é uma junção de segurança e praticidade, comprovada pelo Banco Central Brasileiro (BC), essa inovação traz para os consumidores a mais nova tecnologia com trocas de informações, entre os participantes e os clientes disponibilizando as melhores ofertas de produtos financeiros para controle de finanças pessoais. Por isso, a equipe Boas Ideias elaborou este artigo esclarecendo as principais dúvidas sobre o lançamento. Acompanhe!

Open banking: A inovação do sistema financeiro para pessoas físicas e pessoas jurídicas
Open banking: A inovação do sistema financeiro para pessoas físicas e pessoas jurídicas

O que é Open Banking? 

Acima de tudo, é importante frisarmos que o sistema usado por aplicativo que disponibiliza ao consumidor a compartilhar voluntariamente os seus dados as instituições financeiras parceiras acaba de chegar ao Brasil e passara por quatro etapas de implementação. Por isso, o sistema demonstra segurança e praticidade aos futuros usuários. 

Portanto, os bancos conveniados desse aplicativo deverão obrigatoriamente compartilhar os dados dos clientes a outros bancos quando solicitado pelo consumidor. Além disso o open banking é um aplicativo de aconselhamento financeiro, pagamentos, compras de serviços, tarifas e créditos para Marketplace. 

Quais instituições financeiras participarão desse aplicativo? 

Primeiramente, é preciso entender que por ser um aplicativo do Branco Central, todos os bancos considerados de grande a médio porte, classificados como S1 e S2 pelo PIB (Produto Interno Bruto) deverão participar do novo sistema. No entanto, o único requisito exigido a essas instituições, é que elas estejam inteiramente ativas com porte igual a 10% do PIB e o porte de 1% a 10% do PIB. 

Quais benefícios esse sistema trará? 

As vantagens desse aplicativo é as inúmeras escolhas de ofertas fornecidas pelos bancos para o consumidor, que adquirirá as tarifas baixas e circunstâncias de melhores benefícios.

Contudo, como resultado ele também vai ajudar a organizar a vida financeira de seus consumidores, por exemplo, se você tiver um empréstimo em um banco e conta em outro banco, ele vai agrupar em um só aplicativo todas as contas de todos os bancos, e organizará tudo sem você se preocupar em ver todas suas dívidas em vários aplicativos. 

Publicidade

Fases de implementações 

Ou seja esse aplicativo contará com quatro fases para o consumidor entender como funcionará, e contudo como ele vai se adaptar a esse aplicativo. 

  • 1° Fase: A primeira fase começa a partir do dia 1 de fevereiro de 2021. Se inicia com o compartilhamento padronizado entre as instituições e os consumidores. O impacto é para surgir soluções e comparação entre o produto e os serviços, que vai facilitar a escolha do consumidor;

 

  • 2° Fase: A segunda fase começa a partir do dia 15 de julho de 2021. Os consumidores terão o controle para compartilhar informações sobre dados cadastrais, bancos e informações sobre cartões para as instituições de sua preferência;  

 

  • 3° Fase: A terceira fase começa a partir do dia 30 agosto de 2021. Os consumidores terão acesso a ofertas de serviços como serviços de pagamentos e propostas de créditos, isso indica que os consumidores poderão contratar ofertas de crédito não necessariamente no banco físico e sim pelo aplicativo open banking;

 

  • 4° Fase: A última fase da implementação desse aplicativo se inicia a partir do dia 15 de dezembro de 2021. Essa fase será o aumento de opções de dados que poderão ser compartilhados com as instituições conveniadas. Os consumidores terão o controle ainda maior de informações compartilhadas, que alinha a propostas de créditos e serviços mais especificas às suas necessidades. 

PIX e Open Banking atuam em diferentes funções

Para resumir, esse novo aplicativo é mais uma implementação do Banco Central para facilitar a vida do brasileiro sobre as suas finanças. Afinal, atualmente as inovações que a tecnologia está nos fornecendo tornam a vida dos consumidores mais prática e com segurança. Bem como o PIX que já é usado por milhões de brasileiros, ajudando de forma rápida e eficaz as necessidades das pessoas.

No entanto, especialistas acreditam que esse aplicativo possui a exatamente a mesma intenção que o PIX. Facilitar a  as atividades de quem o utiliza além otimização de tempo. Contudo, é importante lembrarmos que os sistemas possuem diferentes funções, pois o PIX é um meio de pagamentos instantâneo. Enquanto o Open Banking é será um conjunto de regras no qual o sistema financeiro atuará. O que achou da novidade? Ficou alguma dúvida? Acesse o site oficial do Banco Central e acompanhe novidades. 

VEJA TAMBÉM: 5G. A evolução que chegou para beneficiar milhões de usuários com a super velocidade da rede móvel

Publicidade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário