Entenda principais vantagens e fatores do empreendedorismo social

Entenda principais vantagens e fatores do empreendedorismo social
Entenda principais vantagens e fatores do empreendedorismo social

O empreendedorismo social é uma tendência que têm ganhado força em todo o mundo, e especialmente no Brasil.

A crise econômica do país, juntamente com a desigualdade já existente, causou uma verdadeira mudança no mercado.Por conta do desemprego, e até mesmo das alterações na legislação trabalhista, muitos brasileiros acabam tendo que buscar soluções criativas para lidar com as dificuldades financeiras.

Além disso, muitos empreendedores que já atuavam no mercado acabaram vendo nessas dificuldades a chance de criarem negócios lucrativos para todos e que ainda ajudassem com os problemas da sociedade! Confira!

Entenda principais vantagens e fatores do empreendedorismo social
Entenda principais vantagens e fatores do empreendedorismo social

O que é empreendedorismo social?

O empreendedorismo social nada mais é do que o desenvolvimento de negócios que, além de visar o lucro, também focam em questões sociais. Por meio deles, é possível dar oportunidades para pessoas e ainda reduzir diferentes problemas que afetam a sociedade.

Ou seja, além do foco no dinheiro em si, os negócios sociais e os empreendedores desse nicho também visam atender necessidades, sejam elas palpáveis, como reciclar resíduos, ou não palpáveis, como melhorar o acesso a educação, melhorando assim a vida das pessoas.

Importante não confundir o empreendedorismo social com caridade ou com ONGS. Isso porque em ambos os casos os projetos não visam lucro. Já no caso desse segmento, os negócios sociais precisam sim lucrar. Eles precisam ser autossustentáveis ao mesmo tempo que abrem caminho para a solução de problemas evidentes da sociedade.

Quais são as características e vantagens do empreendedorismo social?

O empreendedorismo social possui várias características e vantagens que o tornam único. Não é à toa que essa é uma tendência cada vez mais forte. Entre esses diferenciais podemos citar:

  • Valorização

Um dos grandes benefícios dessa forma de empreender é que há um grande foco na valorização. Seja das características culturais e sociais de uma determinada região, de um nicho específico ou até mesmo de produtores locais que não conseguem ter tanta visibilidade.

  • Treinamento, capacitação e aperfeiçoamento

Outro grande diferencial do empreendedorismo social é que ele foca muito no ensino. Um dos seus pilares é justamente possibilitar que as pessoas aprendam e se capacitem de modo a terem oportunidades no mercado de trabalho.

Dessa forma, é possível quebrar barreiras sociais e assim permitir que indivíduos que nunca antes pensaram em se especializar profissionalmente, tenham essa oportunidade.

  • Direcionamento do mercado

Mais uma das características dessa abordagem é que ela ajuda a direcionar o mercado. Isso porque, por meio dela é possível mostrar a outras marcas, direções que elas nunca tinham pensado em seguir antes.

Empregar ou direcionar essas pessoas para o mercado de trabalho;

  • Lucro real

Quando falamos de qualquer termo ligado ao social, é comum que as pessoas encarem isso como ajuda sem retorno. Mas com o empreendedorismo social é diferente.

Há sim um grande foco na questão de auxiliar pessoas e comunidades, mas um dos pilares é a lucratividade, justamente para que os negócios tenham essa vantagem competitiva e possam crescer e gerar mais oportunidades.

  • Mudança de realidade

Uma das principais vantagens do empreendedorismo social provavelmente é esse poder de mudar realidades. Através de negócios sociais muitas comunidades e pessoas acabam tendo suas vidas transformadas, tendo assim novas perspectivas.

Sejam os artesãos de uma comunidade do morro que passam a divulgar seus negócios colaborativamente, ou até mesmo de detentas de centros penitenciários que acabam tendo a oportunidade de ter uma nova profissão, costurando para marcas com foco na cultura periférica.

O empreendedorismo social pode ser uma excelente alternativa para quem deseja ter, além de um negócio, uma forma de ajudar a sociedade como um todo. Mas, assim como negócios convencionais, para ter um empreendimento social é preciso muito planejamento.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*